sábado, 10 de outubro de 2015

Muito amor envolvido.

Recebi, com muita honra, o convite para decorar a festa de um ano da filha da minha amiga Ana Lucia, a fofa da Amora. Não sou profissional da área, mas topei o convite como ajudante da decoração e como designer para os personalizados e convite. A decoração já estava praticamente toda pensada pela Ana, eu só ajudei trocando ideias para chegarmos ao resultado final. Saímos num sábado para comprar detalhes decorativos, eu até me empolguei e comprei umas peças pra mim. E o resto fomos fazendo aos poucos, mais ela do que eu, na verdade. Mão minha mesmo foi no quadro que decorou o cortinado atrás da mesa dos doces, na base do suporte do bolo, nuns móbiles de papel crepom, nos pompons de fitas, nos personalizados, no quadro Love, alguns objetos da mesa de doces e um dedinho pra ajudar a montar a festa no dia. O resto todo foi feito por ela, muito DIY e muito amor de mãe.

A Ana foi super legal, muito tranquila e aberta a sugestões. Foi adorável trabalharmos juntas nessa festa. O tema não podia ser mais apropriado: "Um ano de amor, um ano de Amora." Foi uma delícia preparar esse universo de corações nas cores rosa, turquesa e dourado. Um aniversário de menina gente! Confesso que eu estava louca pra fazer. Obrigada Ana querida, pela oportunidade que me proporcionou. Ficou tudo tão fofo que eu queria que durasse para sempre.

Fiquem com essas fotos lindas tiradas pela talentosa fotógrafa Kalina Grabowski.














E aqui algumas fotos minhas mesmo, tosquinhas, feitas com celular, mas que mostram mais alguns detalhes.




<3

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Aniversário Tema Universidade Monstros S.A.

Eu demorei para decidir o tema de aniversário de 2 anos do meu filho. E acabei achando o tema Monstros S.A. bem interessante, até por que ele já estava se interessando pelo filme também. Mas aí quando comecei a procurar coisas para comprar nas casas de festa, só encontrava o tema Universidade Monstro, por isso, foi um mix dos dois filmes, mas o foco mesmo eram o Mike Wazowsky e o Sulley Sullivan.

Esse ano a festa era menor, só para a família mesmo, e seria no salão de festas do nosso prédio. Mas nem por isso eu iria deixar de fazer uma festa personalizada e divertida para meu menino, que esse ano iria entender e aproveitar tudo muito mais do que no ano anterior.

Comecei os preparativos cerca de dois meses antes, e decidi fazer coisas mais simples, leia-se: que não gerassem tanta mão de obra, pois não estava afim de ter todo o trabalho que tive no ano passado e nem de deixar nada para cima da hora.

Comprei diversas coisinhas prontas, como o painel do filme, os pratinhos, adesivos e os próprios bonecos. Mas fiz diversas outras coisas também, como as caixinhas de massinha de lembrancinha, o quadro com mensagem para os convidados, o cartaz de entrada, as almofadas que ficaram show (tenho à venda), os cubos com as carinhas do Mike e do Sulley, a guirlanda de portas, o convite, logicamente, a camiseta que ele usou no dia e todos os personalizados.

Aí chegou o dia da festa, e eu marquei o início para as 16 horas da tarde, achando que teria tempo o suficiente para decorar todo o salão, almoçar e me preparar tranquilamente. Mas novamente eu estava errada. Não deu tempo, eu entrei para me arrumar para a festa era 15h40, no mesmo horário que meu marido saiu de casa para ir buscar o bolo. Por sorte os convidados não foram tão pontuais assim e deu tempo para eu fotografar algumas coisas da decoração antes de eles chegarem.

Por sorte também contei com a ajuda mais que especial da minha linda irmã Tatiana, que me ajudou na arrumação da festa, correu atrás dos lápis coloridos em São Paulo e tirou a maioria das fotos, minha sogrinha querida Flávia, que me ajudou preparando deliciosas tortas salgadas, minha mãe amada Cecília, que me ajudou nas costuras das toalhas das mesas, cubos dos monstros e almofadas, meu irmão parceiro Evandro, que mais uma vez me ajudou trazendo a mesa para o salão de festas, meu marido mais que amado Caio, que me ajudou com várias coisas, pela paciência e carinho nos últimos dois meses, minha vizinha Mauren que me emprestou algumas coisinhas e preparou um pudim maravilhoso (Atelier do Pudim), minha cunhada Jali, que fez fotos e filmagens e por todos aqueles que vieram prestigiar a nossa festa, e com muito carinho e elogios, me entusiasmam a fazer sempre melhor. <3

<3 Fiquem com as fotos:


























Convite desse ano

Esse ano o tema do aniversário do meu Leklek foi Universidade Monstros S.A., como muita gente já soube.... o aniversário já passou, e agora eu mostro tudo o que rolou nos bastidores do grande dia. A começar, pelo convite.

Sulley Sullivan foi o escolhido para fazer as honras do convite, que abria a boca para dar um urro de monstro e informar à geral sobre o evento.

Desenhei o Sulley, a faca e a arte. Mandei fazer em gráfica expressa e fiz a montagem um a um, pois eram poucos e porque amo meu filho. <3






sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Estante de blocos de concreto

No começo desse ano, eu e meu marido, que estávamos sentindo falta de uma estante na sala, decidimos fazer uma estante de blocos de concreto. A ideia de ser esse tipo de estante veio dele, por sinal, e eu topei na hora! Por que acho legal esse visual urbano descolado juvenil divertido que elas tem, eu diria até um toque de ousadia, no sentido de trazer um material de construção bruto para dentro de casa e transformá-lo em objeto de decoração.

Após muitos arranhões nas mãos e várias tardes pintando os 16 blocos de concreto que compunham a estante, o resultado até que ficou bem interessante.

A ideia nem é novidade para ninguém, mas hoje fiquei espantada quando vi que a foto da estante (que eu havia postado no meu instagram), foi reposta pelo insta e face do site Casa Aberta e com a estrondosa repercussão que ela teve. Muita gente adorou e ficou querendo copiar a ideia. Várias pessoas tirando dúvidas comigo sobre a montagem. Outra repostagem da foto pelo insta do Ideias Diferentes, gerou ainda mais elogios e curtidas. Enfim, o sucesso foi gigantesco.

Então, não podia deixar de postar algumas fotos dela aqui. E dar algumas dicas de como fazer a sua.







1. Fique de olho no tipo de tijolo que vc vai comprar. Não foi fácil encontrar os tijolos, fomos em várias casas de material de construção, (e pelo menos aqui na minha cidade), nem perca tempo em ir nos homecenters... lá vc não encontra. O negócio mesmo é ir em lojas de materiais de construção de bairros. Mesmo assim, é bom dar uma conferida na hora que entregam o material, se possível, vá selecionar as peças você mesmo no depósito da loja. Porque eles não estão preocupados se você vai usar isso pra construir um muro num terreno baldio ou uma estante dentro da sua sala. E é bem possível que te mandei peças horríveis como essas:



Essas aqui vieram de um material de construção, que por sinal disse que não conseguiria peças melhores do que essas. Devolvemos e ficamos com crédito na loja. No fim das contas, encontramos uma fábrica desses tijolos na nossa cidade e foi a melhor opção, os tijolos estava bonitos, não estavam se desmanchando e pudemos selecionar as melhores peças.

2. Tinta: Muita gente me perguntou sobre isso, e a tinta que usamos foi uma tinta acrílica a base de água. Dessas para pintar as paredes mesmo, encontradas em qualquer material de construção. Dependendo da cor e da quantidade de tijolos, 1 lata de 900ml não dá nem pro cheiro. Invista numa de 3,5l que é mais garantido.  Você também precisará de no mínimo 2 rolos de pintura, por que eles realmente se acabam, e pelo menos 1 daqueles rolinhos pequeninhos, para pintar a parte de dentro dos furos. O bom é que a tinta diminui o (d)efeito de esfarelar dos tijolos.

3. Madeira: nós usamos o compensado naval com 2cm de espessura e ficou excelente. Talvez não precise ser tão grosso, mas a gente queria colocar um aquário grande em cima, por isso optamos pelo maior. Depende muito do peso que você pretende colocar em cima. Livros pesam bastante, por exemplo.

4. Fixação: o próprio peso dos tijolos é suficiente para manter as coisas no lugar. Não precisa pregar, nem amarrar, nem soldar nada. O compensado tb é pesado, sendo assim, a gravidade dá um jeito. Além disso, se o tijolo é bem feito, ele é totalmente quadrado e estável, não fica bamba de jeito nenhum.

5. Proteção: segredinho nosso, afim de protejer nosso piso contra arranhões, e as madeiras, compramos carpet preto, recortamos e colocamos entre os tijolos e o chão e os tijolos e as madeiras.

Enfim, acho que é isso.. se tiver alguma dúvida ainda, deixe nos comentários que eu respondo (dentro do possível) e complemento o post.

Como a pessoa aqui não calculou direito o número de tijolos, acabou sobrando 4 tijolos, que acabaram virando outra estante na sacada, que dessa vez não pintei. Ainda. ;)


quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Reforma do AP

Essa postagem eu to devendo faz mais de 1 ano.
É da reforma do AP onde moramos. É um apartamento dos anos 70, daqueles antiguinhos, mas super amplos e bem ventilados. Ele pertencia aos avós do Caio (marido), e ficou a venda por mais de 1 ano depois da morte da sua avó em 2011. Quando engravidamos do Gael (em 2012), após muitas buscas frustradas por outros apartamentos e casas, todos muito pequenos ou caros, decidimos encarar o desafio da compra e, principalmente, da reforma, que nos deixava mega preocupados.

Compra feita, contamos com a ajuda de um bom engenheiro e de um ótimo mestre de obras, que não só fizeram um excelente trabalho quanto nos deram boas soluções. Foram 4 vagarosos meses de muitas mudanças (no nosso ponto de vista), nada digno de uma Casa Vogue, vamos ser sinceros, mas para nós, foi uma mudança dos anos 70 para o ano 2013, de um apartamento de 50m2 para um de 160m2. Com isso ficamos zerados financeiramente, mas extremamente satisfeitos com o novo lar, que agora está à espera de mais móveis e decorações (e lembranças de viagens).

Na sequência, uma planta de como era o lugar e outra de como ele ficou (em salmão, as parede e ambientes alterados).


Na planta original, havia despensa, quarto e banheiro de empregada.
Na nova planta saiu a despensa entrou o bar. Saiu o quarto de empregada e entrou o atelier. Saiu o banheiro de empregada, entrou o depósito.  
Saíram também azulejos, carpetes, pisos vinílico, louças dos banheiros, marcenaria do closet e armários sob medida, cozinha, forros, 5 portas, encanamentos, tomadas e fiação elétrica antigas, lustres, luminárias e arandelas. Saiu até o janelão da sala. 
Entrou porcelanato, piso vinílico imitando madeira, louças novas para os banheiros, chuveiros, azulejos, metais dos banheiros, duas pias na suíte, cozinha nova sob medida, gesso nos banheiros e lavanderia, encanamento, tomada e fiação elétrica nova, lustres e luminárias, janela blindex na sacada, rodapés, rodatetos, vistas das portas, massa corrida e tinta (ufa! até cansa ler...).

E na sequência, o tão esperado Antes e Depois dos principais cômodos com alterações.